PUBLICIDADE

Rio de Janeiro / Cotidiano

Dia Nacional das Baianas de Acarajé acontece com festa no Centro Cultural Calouste Gulbenkian

Evento gratuito acontece nesta sexta e terá intervenções culturais e gastronomia

Data que faz parte do calendário nacional, o Dia da Baiana de Acarajé será celebrado com muita festa no Rio de Janeiro. Organizado pela ABAM RJ (Associação nacional das baianas de acarajé, mingau, receptivo e similares), o evento gratuito acontecerá no pátio do Teatro Calouste Gulbenkian, região que integra parte da Pequena África, onde Tia Ciata realizava seus encontros regados a muito samba e gastronomia.

Organizado por Rosa Perdigão, ativista cultural e uma das peças fundamentais na aprovação do decreto que institui a data como importante marco cultural na defesa do legado da herança ancestral, o Dia Nacional da Baiana de Acarajé, relembra a luta das primeiras empreendedoras negras do Brasil pelo reconhecimento deste ofício secular.

“É muito importante que a gente celebre o Dia Nacional da Baiana de Acarajé por conta da conquista que todas tivemos ao ter o nosso ofício reconhecido e parte integrante de um calendário oficial. A Baiana de Acarajé é sinônimo de cultura e legado ancestral africano”, comenta a empreendedora.

A partir das 12h, o Centro de Artes Calouste Gulbenkian recebe o público com almoço e homenagens a autoridades, além de apresentações culturais como o ballet afro, afoxés, jongo e roda de samba. Lore AnaCleto também se apresenta no evento que vai até as 18h. Artesanato, gastronomia e cultura estarão reunidos na Rua Benedito Hipólito, 125 – Praça XI, em frente ao Terreirão do Samba.

Foto: Divulgação