PUBLICIDADE

Rio de Janeiro / Cotidiano

Gottscha: “Acredito em tudo, depois do que estamos vivendo”

Por Marcos Maynart

A carioca Gottscha, cantora, dubladora e atriz, teve seu primeiro sucesso tocado nas rádios em 1994. No One to Answer, que deu nome ao seu primeiro álbum, distribuído e bem aceito em cerca de 50 países e consagrando-a como a primeira cantora brasileira a gravar somente em Inglês músicas inéditas compostas por brasileiros.

Conhecida pela sua irreverência e multitalentos, já atuou em vários musicais consagrados, como: Beatles, num céu de diamantes e Cole Porter – Ele Nunca Disse que Me Amava, ambos de Charles Möeller e Cláudio Botelho, que esteve três anos em cartaz, batendo todos os recordes de público dos teatros em que se exibiram.

Por esta participação, recebeu o Prêmio Qualidade Brasil de Atriz Revelação de Teatro 2000. Também esse musical foi apresentado em Portugal, com muito sucesso, no Cassino Estoril.

Gottscha mantém impresso o seu toque melódico em todos os trabalhos que realizou; seja no teatro, na televisão ou no cinema; como fez em 2002, dublando a personagem Roz no filme da Disney, ‘Monstros S.A, e em Enrolados, vivendo sua primeira vilã.

Na TV, viveu a cantora encrenqueira Carmem Santana, na novela Celebridade, e também participou da novela Senhora do Destino, Ti Ti Ti e Duas Caras.

Na música está lançando seu EP ‘DIVAS’, pela gravadora Spottlight Record, trazendo 5 remakes internacionais, que fizeram parte de sua vida, como a música Don´t Go Breaking My Heart, em que faz dueto com Miguel Falabella e as músicas, Let The Night Take The Blame, Hopelessly Devoted To You, Because The Night e To Sir With Love.

Atualmente Gottscha se prepara para dar vida a Madrasta do musical da Broadway, Cinderella, com estreou em setembro, no teatro Liberdade, em São Paulo.

“Voltar a trabalhar depois de quase dois anos e ainda nesse musical tão grandioso, está sendo maravilhoso, um privilégio. Um momento muito especial e fazer a Madrasta, está sendo desafiador.A minha primeira vilã, mas ela não será somente má e sim, um pouco sarcástica”, afirma.

Gottscha, em breve, lançará um clipe que enaltecerá a beleza das plus sizes, que têm uma autoestima positiva e se aceitam como são. Ela chamou sete misses de diversos estados brasileiros, que participaram e participam de concursos plus sizes.

 

Como foi a gravação do EP fazendo um dueto com Miguel Falabella. Me fala sobre o seu EP. Quando sai? Que músicas você escolheu?

Na verdade gravei um single com várias versões de Don´t go breaking my heart e tive a honra de contar com Miguel Falabella nesse dueto. Foi um presente tê-lo eternizado comigo em uma canção que foi lançada em abril em todas as plataformas digitais, o EP veio em junho e óbvio que incluímos uma das versões desse single. Então podemos ouvir essa, Hopelessly devoted to you, Because the night, Let the night take the blame e To sir with love, músicas que me rodearam desde sempre e estão com uma “roupa” novíssima.

Como surgiu o convite para ser a Madrasta no musical Cinderella, em cartaz em São Paulo? Quantos musicais você já participou? Qual o que mais gostou?

A Madrasta foi um convite da produtora Renata Borges Pimenta e está sendo um dos melhores presentes da vida. Pós pandemia poder voltar aos palcos é uma sensação única é indescritível. Se não me engano esse é meu 24 espetáculo, contando com infantis e comédias que atuei. Sobre o que mais gostei é muito difícil responder, pois em cada um, me pego num desafio e prazer tão grande que seria impossível escolher apenas 1, mas Noviça Rebelde’, Cole Porter – Ele nunca disse que me Amava’ Rocky Horror Show e agora o Cinderella, estão cravados em minha memória e coração pra sempre!

Você vai gravar um clipe com meninas plus sizes, enaltecendo a beleza das fofinhas. Como surgiu a ideia do clipe?

Esse clipe é completamente despretensioso, queria poder ter o áudio visual em no mínimo uma das músicas do EP, e mesmo não estando em casa, consegui parcerias incríveis aqui em São Paulo que toparam entrar na “brincadeira“, como fui convidada para ser madrinha do miss Plus models Brasil em 2022, fiz questão de enaltecer a beleza da mulher brasileira curvy, já que me enquadro nesse perfil e ainda não vi o padrão exposto num clipe musical. Vou lançar nas redes sociais, a princípio agora em outubro.

Você acredita em numerologia, tanto que mudou o seu nome de Gottsha para Gottscha. E o que disse a numerologia sobre essa mudança? 

Acredito em tudo, depois do que estamos vivendo, e como já tinham me falado há anos dessa questão do meu nome, resolvi dar uma “zerada” na vida e colocar o C no Gottsha, e vou dizer, coincidência ou não, os caminhos estão se abrindo e muitas novidades chegando! Amém!

 Foto: Pino Gomes