PUBLICIDADE

Edição Semanal

“O importante é se vacinar!”

Os casos de covid-19, que estavam em declínio no Rio, voltaram a apresentar alta no números de contágios e internações nos últimas semanas, especialmente por conta da variante Delta, já responsável por 66 % de casos na cidade, segundo dados da SES. O cantor Zeca Pagodinho, vacinado com a segunda dose, foi internado, apresentando sintomas leves e já teve alta. Ao mesmo tempo, a cidade aos poucos vem retomando a programação cultural e de eventos e a prefeitura chegou a anunciar planos de liberar ocupação em 100% nas casas de show, estádios, em outubro, além da realização de uma grande festa no Rèveillon e o Carnaval.
Mesmo se prevenindo com todos os cuidados, Zeca Pagodinho, 62 anos, acabou sendo infectado pela covid-19, e foi internado em 14 de agosto, na casa de Saúde São José, na zona Sul do Rio, para ter melhor acompanhamento médico. Bem humorado, o cantor chegou a cantar para a equipe médica músicas de Lupiscínio Rodrigues e Silvio Caldas. “Não sinto nada”, declarou, segundo nota do jornalista Ancelmo Góes. Depois, postou um vídeo em suas redes sociais incentivando as pessoas a se vacinarem.
“Então gente, obrigado por todos que oraram por mim, torceram por mim. Já estou acabando o tratamento. O importante é se vacinar! Para poder se recuperar mais rápido. Em breve estamos por aí pelo mundo…”, disse Zeca, que teve alta em dia 19 de agosto. “Então, estou indo embora terminar o tratamento em casa. Bacana. Levei dez no pulmão, dez no fígado, dez em tudo. Vacinem-se! Falou? Valeu!”, finalizou, ao deixar o hospital, com seu típico alto astral.
Com o aumento dos casos de covid-19 e a taxa de hospitalização, em 10%, muito por conta da maior transmissibilidade da variante Delta, o município já abriu 60 novos leitos para tratamento da doença. Segundo o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, a ocupação nas UTIs Covid é de 93%. No último dia 13 de agosto, a ocupação na capital estava em 95%.
No estado, a prefeitura de Teresópolis, na Região Serrana, registrou, em 17 de agosto, 100% de ocupação na rede hospitalar, num total de sete cidades no Rio com todos os leitos de UTI ocupados . A Secretaria estadual de Saúde (SES) abriu 20 novos leitos e iniciou processo em curso de chamamento público para a abertura de mais 150 leitos.


PUBLICIDADE