PUBLICIDADE

Rio de Janeiro / Esporte

Atletas do Velódromo Olímpico conquistam vaga para o Mundial de Powerlifting  

O Pan-Americano de Powerlifting, Supino e Lev.Terra foi realizado em Praia Grande, São Paulo, entre os dias 7 e 10 de setembro. Os atletas do Velódromo Olímpico, Cátia Portilho, Thiago Nogueira, Mylena Lemos e Edmilson Conceição conquistaram resultados importantes e garantiram vaga no Mundial em outubro, na Eslováquia.

A parceria entre a Secretaria Municipal de Esportes e o Instituto Victorem, firmada em julho de 2021, atende dez pessoas com deficiência no equipamento esportivo da Prefeitura do Rio. O objetivo é proporcionar uma inclusão social pelo esporte, tirar essas pessoas de dentro de casa, fazer com que aceitem a própria realidade e tenham motivação para a vida delas com o projeto.

De acordo com o secretário de Esportes, Francisco Bandeira, os resultados positivos são fruto de muito trabalho e dedicação.

“Ver nossos atletas do Velódromo Olímpico conquistando resultados como estes nos dá muito orgulho. Performance excepcional e diversos recordes quebrados. Animador, mas tudo isso não foi feito da noite pro dia. Cátia, Thiago, Mylena e Edmilson batalham diariamente para chegar onde chegaram. Muito trabalho, dedicação e suor. Agora que o Pan passou é virar a chavinha e focar no Mundial. Tenho certeza que coisas boas estão por vir”, disse o secretário.

Para a treinadora e atleta Cátia Portilho, a união da equipe faz a diferença.

“Batemos recordes brasileiros, pan-americanos e mundiais. Foi um show de força incrível e nossa equipe está cada vez mais motivada e unida. A meta é ir para o Mundial em outubro, pois temos muitas chances de voltar com medalhas e recordes”, contou Cátia.

Confira todos os resultados:

Atleta: Cátia Portilho – Cat. 55-57 anos, até 75 kg.

POWERLIFTING – 9/9:

●1° lugar no agachamento
●1° lugar no supino
●1° lugar no terra
●1° lugar total

■ 10 recordes brasileiros

DEADLIFT – 9/9:

●1° lugar
■ 4 recordes pan-americanos
■ 4 recordes brasileiros

SUPINO RAW – 10/9:

Atleta/técnica:

1- Cátia Portilho cat. 55-57 anos, até 75 kg.

●1° lugar
■ 4 recordes brasileiros
■ Melhor atleta máster no índice de força

2- Thiago Nogueira, 33 anos – CAT. SUBMASTER:

●1° lugar no supino
■ 4 recordes brasileiros
■ 4 recordes pan-americanos
■ 4 recordes mundiais

– CAT. OPEN:

●1° lugar no supino
■ 4 recordes brasileiros
■ 4 recordes pan-americanos
■ 4 recordes mundiais
■ 3° lugar no índice de força

– CAT. ESPECIAL:

●1° lugar no supino
■ 4 recordes brasileiros
■ 4 recordes pan-americanos
■ 4 recordes mundiais
■ 1° lugar no índice de força
– Melhor atleta da categoria especial

3 – Mylena Lemos, 16 anos – CAT. TEEN 16-17 anos:

●1° lugar no supino
■ 1 recorde brasileiro
■ 3 recordes pan-americanos
■ 3 recordes mundiais
■ 1° lugar no índice de força
– Melhor atleta

– CAT. ESPECIAL:

●1° lugar no supino
■ 1 recorde brasileiro
■ 3 recordes pan-americanos
■ 3 recordes mundiais
■ 1° lugar no índice de força
– Melhor atleta

4 – Edmilson Conceição, 31 anos – CAT. OPEN ESPECIAL:

●1° lugar no supino
■ 2 recordes brasileiros

Foto: Divulgação