PUBLICIDADE

Rio de Janeiro / Cotidiano

Beleleu: trajetória de sucesso

Cantor celebra a boa fase e a vida profissional recheada de experiências inesquecíveis

 Por Thamiris Vieira

Apaixonado pelo que faz, Alessandro da Silva Freire, o Beleleu, lida com o mundo da música desde cedo. Nas brincadeiras infantis, sobrava espaço para cantar e se imaginar diante de um público gigante. Com o tempo, o sonho virou realidade e aos 11 anos, ingressou no samba. Mas, foi aos 17 que se tornou músico profissional. O menino, nascido e criado em Padre Miguel, na Zona Norte do Rio de Janeiro, ficou amplamente conhecido com suas apresentações e passou a acumular em seu currículo, sucesso e muita admiração.

Beleleu é apelido que ganhou, quando pequeno, e agora é nome artístico. Menciona que suas referências musicais o impulsionaram a ser cantor. Recorda que Emílio Santiago e Tim Maia eram os artistas que ouvia com a família, na infância. “Falava que seria igual a eles. Minha mãe e meus avós me deram forças! Me incentivaram a nunca desistir. Hoje, agradeço o amor, o carinho, força e dedicação da parte deles”.

 

O cantor segue firme em seu caminho e revela um grande ideal, ao qual almeja tirar do papel. “Uma carreira consolidada, com muitos frutos para o futuro, e claro, a chance de gravar com meus ídolos Péricles, Thiaguinho, Ivete Sangalo, Alexandre Pires, pessoas que me inspiram. Ah, queria ter composto uma canção com meu padrinho, Arlindo Cruz”.

No entanto, nem tudo são flores e relembra que a maior dificuldade se tratou do “gerenciamento como um todo” da carreira. “São muitas questões e penso que, muitas das vezes, não darei conta! (Risos)”.

Na memória. Beleleu cita a participação com Arlindo Cruz, no Samba Recife, e com Péricles, no Bar Templo, em São Paulo. “Que demais! Jamais esquecerei! O coração acelerou! E esse fato serve para que eu diga que nunca é para desistir dos objetivos. Se a gente almeja, de verdade, Deus ajuda!”.

Alguns trabalhos. “O primeiro solo, Ao Seu Lado, em 2016. Atualmente, lancei o EP (Extended Play) O Mundo Dá Voltas, com quatro faixas. Uma delas é Você Tá No Celular, que me traz ótimos resultados nas plataformas digitais. O Mundo Dá Voltas é uma das mais bonitas que compus com meus parceiros Cimazinho Machado, San Camillo e Juninho Silva. Que honra!”.

Inesquecível. “Um lindo feat com Arlindo e Arlindinho na FM O Dia. Única e inenarrável experiência! Sinto falta de dividir os palcos com ele e carrego no peito, uma enorme gratidão por me dar (o Arlindo) a oportunidade de estar ao seu lado, enquanto pôde”.

Agora, com seu canal no Youtube, o Beleleu Oficial, ao qual interage “Ao Vivo” com fãs e seguidores, acrescenta: “Sem a música, é um sentimento vazio! Sensação estranha, que não consigo explicar”, finaliza.

Fotos: Jorge Paraízo