PUBLICIDADE

Rio de Janeiro / Saúde

Boas festas para o coração!

Foto: divulgação

Por: Dr. Leonardo Quicoli, médico cardiologista 

 O final do ano é sempre um período bastante festivo no qual muita gente exagera na alimentação e na bebida. Algumas pessoas podem pensar que os excessos nessa época do ano não são tão prejudiciais, mas é preciso ficar atento: a má alimentação, o consumo descontrolado de bebidas alcoólicas e as poucas horas de sono fazem mal ao organismo, especialmente ao coração. Muitos alimentos que aparecem nas ceias de fim de ano são ricos em açúcar ou sal, gordura e outras tantas calorias. Como alternativa, podem ser feitas novas versões de receitas já conhecidas, utilizando gorduras boas (óleos de soja e de girassol, azeites), castanhas, amêndoas, nozes, saladas (de frutas e de verduras) e carnes brancas.

  As preocupações com a saúde nessa época devem ser como em qualquer outro período. É importante que a pessoa tenha consciência de que deixar os hábitos saudáveis de lado são prejudiciais e comprometem os avanços obtidos ao longo do ano. Por isso, beba com moderação, sempre alternando com água, tente se acalmar e manter a tranquilidade, aposte em uma alimentação equilibrada. Manter a saúde da mente e das emoções é uma forma de cuidar do coração. Por isso, ainda que no meio da correria de final de ano, procure acalmar os pensamentos, organizá-los e procurar atividades que possam aliviar as tensões. Faça caminhadas ao livre e fique em contato com a natureza.

  Procure descansar e manter sua rotina e horas de sono. A falta de descanso adequado afeta não só o coração como o sistema imunológico, o equilíbrio, a concentração e o humor.  Além disso, não deixar de tomar nenhum dia as medicações habituais, mesmo em caso de uso de álcool.