PUBLICIDADE

gastronomia

Edson Alexandre: o Chefe com nota máxima na ala gastronômica da Marquês de Sapucaí

Chef Edson Alexandre

Marquês de Sapucaí. 2022. Durante os desfiles das Escolas de Samba da Série Ouro (Acesso) e do Grupo Especial, realizados em abril na Marquês de Sapucaí, o Camarote + Brasil, o Mirante da rocinha, o Arpoador Club, com seus 3000 convidados, e o camarote Esporte Com agitaram os foliões com o seus espaços confortáveis e uma recepção muito calorosa. Além de shows de Xande de Pilares, do Ginga Tropical, do ex-The Voice Louis Medeiros, entre outros, o cardápio do chef Edson Alexandre tomou conta da festa.

Feito com carinho e dedicação pelo especialista em Carnaval, há 15 anos, os pratos conquistaram o público e tiraram nota máxima nos quesitos “perfeição” e “sabor”. Estudar a fundo. Segundo o chef, conhecer profundamente o que irá preparar, é fundamental. “Primeiramente, eu penso nos clientes. Atendo cerca de 5.000, diariamente, na Avenida. A saúde deles é de suma importância! Procuro usar ingredientes à base de proteínas e carboidratos. Esse ano, o coquetel que servimos contou com salgados variados: pastéis de queijo, de carne, coxinhas e kibes. Uma magnífica torrada síria com abobrinha temperada e suflê de cebola, não ficaram de fora. Água na boca!”.

E as noites carnavalescas, não pararam nos petiscos. Refeições impecáveis no primeiro fim de semana no Sambódromo. Na sexta (23), arroz de marinheiro com camarões, VG, lulas, vieiras em seleta de pimentões e azeite de côco, a famosa cozinha show. “Maravilhoso! Não esquecemos do Escalope de Mignon ao creme de champignon e batata rústica, ravióli de muçarela de búfala ao molho vermelho e penne ao pesto genovese. E no sábado (24), risoto à Alexis à base de calabresa artesanal e pimenta de cheiro, Escalope de Filet Mignon ao molho de queijo puxado e camarões VG e penne ao curry com funghi trifolati com toque de tartufo”.

Dia das Campeãs (30). Edson Alexandre conta que, para a ocasião, preparou frango mediterrâneo, acompanhado de arroz e de purê de baroa, moqueca de peixe e camarões VG com pirão, arroz e farofa de dendê, rosbife de mignon ao creme de champignon, nhoque ao molho 3 queijos e toque de trufa branca.  “Anualmente, a minha meta é fornecer um melhor atendimento e que a comida tenha qualidade. Em todos os camarotes que trabalho, precisa estar igual. Eu fico como um desesperado, indo de cozinha em cozinha, analisando a confecção de cada prato, corrigindo molhos, temperos, tudo o que houver necessidade”, finaliza, com humor. O resultado? Sabor inesquecível.