PUBLICIDADE

Estado / Rio de Janeiro

Estado registra segunda morte causada por varíola dos macacos

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ) confirmou, na segunda-feira, (03/10), o segundo óbito provocado pela doença febril Varíola dos Macacos (Monkeypox) no Estado do Rio de Janeiro. A vítima é um homem de 31 anos, morador de Mesquita, na Baixada Fluminense. Segundo informações da SES-RJ, o homem, que não teve sua identidade revelada, estava internado no Instituto Estadual de Infectologia São Sebastião (IEISS), na capital fluminense e apresentava baixa imunidade e comorbidades, que agravaram o quadro da doença.

O paciente foi internado em 31 de agosto no Instituto Nacional de Infectologia (Fiocruz) e transferido, em 2 de setembro, para o IEISS. Entre 31 de agosto e 13 de setembro, o paciente recebeu tratamento com o medicamento tecovirimat e foi observada melhora parcial das lesões. Contudo, no último sábado, (01/10), ele sofreu uma parada cardiorrespiratória e faleceu.

A primeira morte no estado do RJ foi registrada em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. A vítima era um homem de 33 anos e também possuía imunidade baixa e comorbidades que agravaram a doença.

Ainda de  acordo com a  secretaria também informou há 1.064 casos confirmados de monkeypox e 123 prováveis foram registrados no estado. Outros 384 casos suspeitos seguem em investigação e 2.043 foram descartados.

Foto: Divulgação